PT | EN


Redes para o Desenvolvimento promoveu formação em Gestão do Ciclo do Projeto

Miranda do Corvo foi o município que acolheu, entre os dias 31 de janeiro e 2 de fevereiro de 2017, a ação de formação em Gestão do Ciclo do Projeto, promovida no âmbito do projeto Redes para o Desenvolvimento: Educação Global para uma Cooperação mais Eficiente.
 
A formação teórico-prática de 3 dias, dinamizada pela formadora Luciana Almeida, da Plataforma Portuguesa das ONGD, contou com a participação de cerca de 30 técnicos dos municípios que integram a Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento (RICD) e teve como objetivo reforçar as suas competências de identificação e elaboração de projetos de Cooperação e Educação para o Desenvolvimento, de acordo com as regras de financiamento e instrumentos utilizados no âmbito dos programa de cofinanciamento da União Europeia.
 
No primeiro dia, após uma breve introdução do programa da formação e da realização de alguns exercícios práticos de “quebra-gelo”, a formadora fez uma breve contextualização da evolução do conceito de Desenvolvimento, das suas abordagens, e de novos paradigmas. De seguida explicou em que consiste e qual a relevância do ciclo de projeto, enquanto instrumento privilegiado de intervenção no setor do Desenvolvimento, bem como as noções de ideia de projeto, técnicas de diagnóstico e definição dos objetivos.
 
No segundo dia, a formação teve como foco a elaboração de projetos, incluindo o quadro lógico e a orçamentação do projeto, e o último dia foi dedicado à sustentabilidade dos projetos e aos mecanismos de financiamento disponíveis por parte da União Europeia, este último tema abordado por Joana Martins, da Unidade de Cooperação para o Desenvolvimento do IMVF.
 
O projeto Redes para o Desenvolvimento tem como objetivo encorajar ações de Educação para o Desenvolvimento a nível dos municípios e das associações municipais, apoiando processos de diálogo construtivos e ativos nas suas comunidades e promovendo o cumprimento de compromissos de Desenvolvimento internacional.
 
Este projeto é implementado em Portugal pela Câmara Municipal de Loures, pelo IMVF, pela Câmara Municipal do Seixal e conta com o cofinanciamento da União Europeia e pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.
 
Saiba mais sobre o projeto em www.redesparaodesenvolvimento.org/

Voltar

Partilhar:
Homepage Imprimir Enviar

Saiba mais sobre o IMVF

Saiba mais sobre o IMVF

O mundo enfrenta hoje grandes desafios. Os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio estão apenas parcialmente cumpridos e as ameaças à segurança alimentar, ao fornecimento de energia, bem como as alterações climáticas exigem a mobilização de todos os cidadãos para lutar contra a pobreza.
O IMVF – Instituto Marquês de Valle Flôr é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que acredita no esforço conjunto dos milhões de pessoas que em todo o Mundo procuram promover o desenvolvimento junto das populações mais carenciadas.