PT | EN


Novo projeto de Educação em São Tomé e Príncipe

Foi assinado no dia 5 de dezembro de 2017, em São Tomé, o protocolo para o novo projeto de cooperação na área da educação - “Apoio à Consolidação do Ensino Secundário em São Tomé e Príncipe” (ACES-STP).

O projeto visa consolidar os resultados obtidos nas anteriores intervenções da Cooperação Portuguesa no setor da Educação em São Tomé e Príncipe e, simultaneamente, preparar a intervenção futura no país.

A Educação é um setor prioritário de intervenção da Cooperação Portuguesa no apoio prestado ao desenvolvimento sustentável do país. No quadro das prioridades da política educativa em São Tomé e Príncipe, o projeto que agora se inicia concentra-se no apoio institucional ao Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação (MECCC) e, desse modo, pretende continuar a contribuir para a promoção da qualidade do ensino. O apoio será prestado pela equipa técnica do projeto e por assessorias técnicas externas, nomeadamente, de especialistas ou instituições portuguesas. As atividades previstas contribuirão, em particular, para a capacitação dos serviços centrais do MECCC. Na Região Autónoma do Príncipe permanecerá a presença de professores portugueses para apoio à lecionação de Língua Portuguesa e de Matemática no ensino secundário. 

O novo projeto terá a duração de 1 ano, iniciando-se em dezembro do corrente ano.

O projeto ACES-STP é implementado pelo IMVF em estreita parceria com o MECCC e conta com o financiamento do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

Na cerimónia de assinatura do protocolo estiveram presentes o Administrador Executivo e Diretor de Projetos do IMVF, Ahmed Zaky, o Embaixador de Portugal em São Tomé e Príncipe, Luís Gaspar da Silva e o Ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação, Olinto Daio, bem como o coordenador do projeto no país, José Carlos Aragão. 

Saiba mais sobre este projeto aqui.

Voltar

Partilhar:
Homepage Imprimir Enviar

Saiba mais sobre o IMVF

Saiba mais sobre o IMVF

O mundo enfrenta hoje grandes desafios. Os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio estão apenas parcialmente cumpridos e as ameaças à segurança alimentar, ao fornecimento de energia, bem como as alterações climáticas exigem a mobilização de todos os cidadãos para lutar contra a pobreza.
O IMVF – Instituto Marquês de Valle Flôr é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que acredita no esforço conjunto dos milhões de pessoas que em todo o Mundo procuram promover o desenvolvimento junto das populações mais carenciadas.