PT | EN


Quem Somos

Parceiros no Desenvolvimento

O mundo enfrenta hoje grandes desafios. Os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio estão apenas parcialmente cumpridos e as ameaças à Segurança Alimentar, ao fornecimento de Energia, bem como as Alterações Climáticas exigem a mobilização de todos os cidadãos para lutar contra a pobreza.

O IMVF – Instituto Marquês de Valle Flôr é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que acredita no esforço conjunto dos milhões de pessoas que em todo o Mundo procuram promover o desenvolvimento junto das populações mais carenciadas.

Centramos a nossa intervenção nos países de língua portuguesa e assumimos como missão a promoção do desenvolvimento socioeconómico e cultural.

O IMVF atua em todo o espaço da CPLP, tendo como principais áreas de trabalho a Cooperação e a Educação para o Desenvolvimento; é inovador na Cooperação Descentralizada com os Municípios e recebe pontualmente solicitações para intervir em Ajuda Humanitária em países onde atua em permanência.

Uma equipa dinâmica e empenhada, em Portugal e no terreno, concretiza iniciativas em setores chave como a Educação, a Saúde e a Segurança Alimentar, centrando o seu modo de atuação em parceria com organizações e instituições de cada país, e com os próprios beneficiários dos projetos, reforçando a ideia que norteia toda a atividade - de que só através da capacitação das populações é possível impulsionar o Desenvolvimento Sustentável das comunidades.

Os valores em que acreditamos:
- Equidade - social, política, económica e de género;
- Rigor - na gestão e execução dos projetos e programas;
- Espírito de Parceria - baseado na partilha de recursos e  responsabilidades com parceiros locais, nacionais e internacionais;
- Sustentabilidade das ações - assente no envolvimento e capacitação das  comunidades beneficiárias dos projetos

Historial

O IMVF nasceu há 66 anos, pela mão da Marquesa de Valle Flôr, Dona Maria do Carmo Constantino Ferreira Pinto, de forma a perpetuar a memória de seu marido, o Marquês de Valle Flôr.

O objetivo inicial da instituição foi o apoio à investigação na área da saúde (doenças tropicais) e a assistência à população mais carenciada, especialmente em São Tomé e Príncipe. Nos anos 80, com a entrada na Comunidade Económica Europeia, o IMVF iniciou uma nova fase, respondendo a novas orientações para a Cooperação com os países africanos de expressão portuguesa.

Estende as suas áreas de intervenção, lança novas pontes com o espaço CPLP e assume como missão agir nos países de língua portuguesa, com as pessoas e pelas pessoas, em prol de um desenvolvimento global nos domínios da Saúde, da Educação, dos Direitos Humanos, da Capacitação Institucional, da Segurança Alimentar, da Reabilitação e da Ajuda Humanitária de Emergência.

Hoje, com 66 anos de trabalho, o IMVF procura responder aos desafios do presente, ciente de que a crise económica mundial veio acentuar as dificuldades das populações mais vulneráveis. 

Conheça o nosso Código de Conduta.
Partilhar:
Homepage Imprimir Enviar
12 Dec 2017

IMVF implementa primeiro projeto na Colômbia

A cerimónia de assinatura do projeto “Territórios Sustentáveis para a Paz em Caquetá” decorreu no dia 11 de dezembro de 2017, na Embaixada de Portugal em Bogotá. Este é o primeiro contrato a ser assinado no âmbito do Fundo Fiduciário da União Europeia para a Colômbia, no qual um Estado membro da União Europeia, neste caso Portugal, participa ativamente ao nível do planeamento e execução.
12 Dec 2017

Mais e Melhor Voluntariado na UE promove seminário online

Interessado em cooperação internacional, voluntariado e ação humanitária? Quer saber mais, mas não sabe como? Temos os ingredientes certos! O projeto Mais e Melhor Voluntariado na UE vai promover o seminário online gratuito "O papel do voluntariado na ação humanitária e as oportunidades para as organizações”, no próximo dia 15 de dezembro, às 14h (PT).
07 Dec 2017

Campanha de vacinação contra o cancro do colo do útero teve início em São Tomé e Príncipe

O arranque da campanha de vacinação contra o cancro do colo do útero aconteceu no dia 7 de dezembro de 2017, na Escola Primária de Bombom, em São Tomé e Príncipe, e contou com a presença da Ministra da Saúde de São Tomé e Príncipe, Maria de Jesus Trovoada, do Embaixador de Portugal em São Tomé e Príncipe, Luís Gaspar da Silva, do Presidente da Câmara de Mé-Zóchi, e de representantes no país do IMVF, da OMS e da UNICEF.
05 Dec 2017

Novo projeto de Educação em São Tomé e Príncipe

Foi assinado no dia 5 de dezembro de 2017, em São Tomé, o protocolo para o novo projeto de cooperação na área da educação - “Apoio à Consolidação do Ensino Secundário em São Tomé e Príncipe” (ACES-STP).
01 Dec 2017

Formação em técnicas de produção e aplicação artesanal de cal

Esta iniciativa decorreu no âmbito do Projeto de Dinamização e Requalificação Turística na Ilha do Maio, na vertente da requalificação urbana e valorização do material local, entre os dias 21 e 24 de novembro de 2017, na localidade de Morrinho e na cidade do Porto Inglês.