PT | EN


Projeto de Dinamização e Requalificação Turística na Ilha do Maio

Com um trabalho contínuo em Cabo Verde desde 2001, o IMVF tem mantido um olhar atento sobre a evolução e desenvolvimento do arquipélago – concretamente da ilha do Maio – respetivos constrangimentos e potencialidades. A presente ação aposta no empreendedorismo local (como meio) para a afirmação da Ilha do Maio como destino turístico sustentável e solidário (como fim). O projeto pretende aliar a valorização do património ambiental e cultural da ilha ao reforço e promoção de novas atividades económicas locais, como motor de desenvolvimento e crescimento socioeconómico, consolidando a respetiva identidade cultural e coesão territorial e social.
Localização: Cabo Verde, ilha do Maio
Duração: 36 meses - março de 2016 a fevereiro de 2019
Beneficiários:
Diretos: 20 mulheres membros da Cooperativa de Sal, 10 artesãos e pequenos produtores locais, 6 técnicos municipais, 20 jovens formandos e 13 associações comunitárias.

Indiretos: População da ilha do Maio (8.000 habitantes).
Objetivos:
Geral: Melhoria das condições de vida da população da ilha do Maio.

Específico: Promoção do empreendedorismo local e da requalificação urbana como fatores de desenvolvimento socioeconómico, turístico e cultural sustentável na ilha do Maio.
Atividades:
Resultado esperado 1: Empreendedorismo promovido e reforçado.
Atividade 1: Dinamização do setor económico: reconversão das Salinas do Porto Inglês.
A1.1: Criação de uma Salina Intensiva: a) salina intensiva; b) tanques para banhos terapêuticos de sal; c) melhoria das instalações da Cooperativa de Sal; d) atividades complementares (centro de interpretação, delimitação da área protegida e sinalização e trilhos);
A1.2: Formação e capacitação profissional, técnica e de gestão (salinicultura): a) formação e capacitação profissional e técnica; b) formação e capacitação de gestão e marketing; c) intercâmbio Sul-Sul.

Resultado esperado 2: Património cultural, ambiental e turístico local preservado e revitalizado.
A2: Requalificação urbana (reforço do gabinete técnico municipal, formação profissional, requalificação).

A3. Apoio às comunidades locais para práticas de turismo solidário e preservação ambiental: a) promoção e apoio aos artesãos; b) criação das rotas turísticas; c) limpeza das praias e sensibilização ambiental; d) posto de observação de aves; e) viveiro de tartarugas.

A4. Acompanhamento e Avaliação.
Parceiros:
Câmara Municipal do Maio e Câmara Municipal de Loures. Entidade Associada: Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas da Boa Vista e Maio
Partilhar:
Homepage Imprimir Enviar
15 Nov 2017

Saúde para Todos: Missão de Oftalmologia a São Tomé e Príncipe realizou 558 consultas e 89 cirurgias

A 24.ª missão da especialidade de Oftalmologia a São Tomé e Príncipe e a última de 2017 decorreu entre 30 de setembro a 14 de outubro, contando com uma equipa de 5 profissionais de saúde portugueses do Hospital de Egas Moniz - Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental. 
15 Nov 2017

Projeto Dicionário do Desenvolvimento promove conversas interculturais

Criar e dinamizar grupos interculturais de partilha e aprendizagem sobre temáticas de cidadania global junto da comunidade imigrante é o objetivo das sessões que tiveram início no dia 31 de outubro, na Fundação Cidade de Lisboa, no âmbito do projeto Dicionário do Desenvolvimento - Tod@s contam para a Cidadania Global. 
14 Nov 2017

IMVF participou num encontro com empresários portugueses e colombianos em Lisboa

A convite da Embaixada da Colômbia em Portugal, o Presidente do Conselho de Administração do IMVF, Paulo Telles de Freitas participou num encontro com empresários portugueses e colombianos, no dia 13 de novembro de 2017, em Lisboa, no qual foi assinada uma declaração conjunta para a criação de um Conselho Estratégico entre os dois países.
13 Nov 2017

Saúde para Todos: Missão da especialidade de Endocrinologia, Diabetes e Nutrição esteve pela primeira vez em São Tomé e Príncipe

A médica portuguesa Maria Manuela de Matos Oliveira, do Hospital de Egas Moniz - Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, EPE deslocou-se pela primeira vez ao arquipélago são-tomense no âmbito da missão de Endocrinologia, Diabetes e Nutrição, entre 28 de setembro a 5 de outubro 2017, tendo a atividade clínica decorrido no Hospital Dr. Ayres de Menezes.
13 Nov 2017

Saúde para Todos: estudo sobre a surdez neurossensorial na população são-tomense apresentado em Macau

O estudo sobre o contributo para o estudo de fatores epidemiológicos associados à surdez neurosensorial na população de São Tomé e Príncipe foi apresentado pela Prof.ª Doutora Cristina Caroça, médica de Otorrinolaringologia no Hospital CUF Infante Santo, em Lisboa, que integra as missões médicas desta especialidade a São Tomé e Príncipe, no âmbito do Saúde para Todos, no dia 13 de novembro de 2017, na 8ª Convenção Mundial de Genética BIT-2017 (WGC-2017), em Macau.