PT | EN


Etikapun n’ha – Urok, Laboratório de Resiliência da Cultura Bijagó

O projeto visa promover o desenvolvimento sustentável na Área Marinha Protegida Comunitária das Ilhas Urok, dinamizando a economia local e disponibilizando serviços sociais básicos. Para tal, procura-se o aumento do rendimento das famílias, a melhoria das condições gerais de bem-estar das populações, bem como mitigar os riscos de sobre-exploração dos recursos naturais e de falência dos mecanismos de coesão social. 
Localização: Ilhas Urok (Formosa, Nago e Chediã), Arquipélago dos Bijagós, Guiné-Bissau
Duração: 48 meses – de junho de 2016 a maio de 2020
Beneficiários:
Diretos: 185 agregados familiares de agricultores; 114 mulheres horticultoras; 77 mulheres produtoras de sal solar; 163 pescadores residentes; 125 jovens produtores locais/comerciantes de óleo de palma; 100 mulheres no pequeno comércio; 20 jovens empreendedores; 300 alunos e 15 professores das escolas comunitárias de Urok; 134 membros órgãos de gestão da AMPC. 

Indiretos: autoridades administrativas locais e da região de Bolama-Bijagós que serão implicadas no processo de gestão participativa; população de Urok e do Arquipélago, em particular os jovens.
Objetivos:
Gerais: contribuir para o desenvolvimento sustentável na AMPC Urok. 

Especifico: promover a melhoria das condições socioeconómicas; contribuir para a cogestão e a governação participativa dos recursos naturais e culturais.
Atividades:
Resultado esperado 1: Sistemas produtivos e economia local dinamizados.
- Apoiar a implementação e vulgarização de um modelo de produção agrícola de base ecológica;
- Apoiar as atividades de pesca responsável;
- Apoiar a dinamização da economia local;
- Desenvolver uma proposta de turismo de base ambiental e cultural;
- Montar e implementar um sistema de monitoria socioeconómica e cultural da AMPC.

Resultado esperado 2: Acesso a serviços sociais de base reforçado.
- Construir novos pontos de água e reabilitar/melhorar os existentes;
- Realizar campanhas de limpeza das tabancas e de reutilização do lixo;
- Capacitar os professores e os comités de gestão das escolas;
- Implementar ações de sensibilização para a saúde e auxiliar a evacuação de doentes;
- Apoiar a reabilitação de infraestruturas sociais;
- Criar e dinamizar um centro de tecnologias de informação e de comunicação.

Resultado esperado 3: Operacionalidade das estruturas de gestão comunitária da AMPC assegurada.
- Assegurar a transferência do sistema de fiscalização marítima para o IBAP;
- Apoiar o funcionamento dos órgãos de gestão e governação comunitária da AMPC.
Parceiros:
Tiniguena - Esta Terra é Nossa!
Partilhar:
Homepage Imprimir Enviar
19 Jan 2018

Projeto Economia Social e Solidária apresenta policy paper em Bruxelas

Na próxima terça-feira, dia 23 de janeiro de 2018 será apresentado no Parlamento Europeu, em Bruxelas, o policy paper "Maximizar a Dignidade através da Economia Social e Solidária", promovido pelo consórcio SUSY, constiuído por 26 parceiros de 23 países europeus.  A apresentação será transmitida via live streaming através da página de Facebook  do projeto a partir das 10 horas.
15 Jan 2018

Lançamento oficial do Projeto de Turismo Solidário e Comunitário na Ilha do Maio, em Cabo Verde

O evento que marca o arranque oficial do Projeto de Turismo Solidário e Comunitário na Ilha do Maio vai decorrer no próximo dia 16 de janeiro, às 16 horas, no Salão Nobre Isaac Pinheiro, nos Paços do Concelho da Câmara Municipal do Maio, em Cabo Verde.
11 Jan 2018

UE-PAANE: Sindicato do setor da saúde capacitado em ação sindical e advocacia

Teve lugar entre os dias 11 e 15 de dezembro de 2017, na sede do UE-PAANE, a formação em “Ação Sindical e Advocacia no Âmbito da Saúde”. A atividade aconteceu no quadro do Gabinete de Apoio Permanente (GAP) do UE-PAANE - Fase di Kambansa e reuniu 28 sindicalistas membros do SINETSA – Sindicato Nacional dos Enfermeiros, Técnicos de Saúde e Afins. 
11 Jan 2018

UE PAANE: RENAJ projeta ações para os próximos 5 anos

O Gabinete de Apoio Permanente (GAP) do UE-PAANE - Fase di Kambansa colocou em prática mais uma ação: trata-se da assistência técnica e formação dada à Rede Nacional das Associações Juvenis – RENAJ para a elaboração do seu novo plano estratégico (o último vigorou até 2015). A atividade teve lugar entre os dias 4 e 12 de dezembro de 2017, na sede do UE-PAANE, e contou com a presença de 20 participantes. 
21 Dec 2017

Montemor-o-Novo recebe sessão sobre Economia Social e Solidária e Desenvolvimento Sustentável

Como podemos promover a Economia Social e Solidária (ESS) nos processos de Desenvolvimento Local e Global? Qual a importância da ESS na nova Agenda de Desenvolvimento 2030? Como podemos potenciar a aplicação da ESS em projetos atuais e futuros? Venha descobrir a resposta a estas e outras questões no próximo dia 19 de janeiro de 2018, a partir das 10h, no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Faria em Montemor-o-Novo.