Nô Sidadi, Nô Futuru

Requalificação de Infraestruturas Sociais na Cidade de Bafatá

Guiné-Bissau

Partindo de um contexto governamental, administrativo e estrutural frágil, a Guiné-Bissau enfrenta diversos desafios de desenvolvimento, particularmente no que se refere às infraestruturas e serviços básicos “inadequados, insuficientes ou inexistentes”. O projeto vem dar resposta a problemas específicos da Guiné-Bissau: o acesso limitado a água potável, a degradação das infraestruturas do Hospital Regional de Bafatá e as dificuldades na governação local da região. 

Este projeto é financiado pelo Fundo para a Estabilização e o Desenvolvimento Regional nas Regiões Frágeis da CEDEAO (FRSD).

 

OBJETIVOS

Global: melhorar as condições de vida, das perspetivas e da coesão social, em particular das mulheres e dos jovens, na região de Bafatá.

Específico: melhorar as oportunidades económicas e de emprego, a segurança alimentar, o acesso à água potável e à eletricidade e fomentar canais de comunicação e de participação na governação local, através da reabilitação dos serviços básicos e infraestruturas.

 

ATIVIDADES

Com foco na ampliação do sistema de abastecimento de água e no reforço das capacidades organizacionais e operacionais, o projeto procura criar mais postos de trabalho, através da construção de infraestruturas, e da dinamização de atividades económicas que dependem da manutenção da água disponível e reabilitação do hospital. A componente da formação é também importante para gerar maiores resultados e alcançar os objetivos estipulados.

As atividades do projeto são:

  • Reforço das capacidades, através de formação profissional em ofícios da construção civil;
  • Formação em gestão de infraestruturas às autoridades locais
  • Reabilitação e expansão da rede de água
  • Reabilitação das infraestruturas e equipamentos essenciais do Hospital Regional de Bafatá
  • Criação de fóruns de diálogo entre os cidadãos, as partes interessadas locais e o governo local

 

O PERCURSO

De modo a garantir o acesso a  serviços básicos e a infraestruturas resilientes, é necessário um investimento, através da construção novas infraestruturas que permitam o alargamento da rede de abastecimento de água aos novos bairros, para assim chegar a mais população. Serão, ainda, dinamizadas formações profissionais aos jovens da região de Bafatá que vão possibilitar a reabilitação da rede de água e das infraestruturas do hospital, paralela à aposta nos jovens e na melhoria da sua qualidade de vida, a nível económico e profissional.

A fim de melhorar a governação local, apela-se à transparência, com a criação de fóruns de diálogo entre os cidadãos, as partes interessadas locais e o governo local, sendo enaltecida a necessidade de manter os participantes informados sobre as atividades governamentais, para que possam dar resposta às suas necessidades. Com isto, enaltecemos a importância de “todas as infraestruturas de abastecimento público de água na cidade de Bafatá serem propriedade do Governo Regional de Bafatá”.

 

O IMPACTO

O projeto promove a garantia dos direitos aos cidadãos de Bafatá, nomeadamente o acesso a água potável, eletricidade e cuidados de saúde dignos, através da reabilitação de infraestruturas médicas, no Hospital Regional de Bafatá. Serão gerados mais postos de trabalho para os jovens e uma melhor qualidade de vida para as mulheres e raparigas. O projeto vem ainda dinamizar formações, que proporcionam a criação de emprego, e uma crescente qualificação da população para a criação de infraestruturas, que garantem, posteriormente, melhores condições de vida.