Despertar para a Educação Global – Reforçar as Competências dos Membros das Organizações da Sociedade Civil Europeias

Portugal, Alemanha e Roménia 

A educação global constitui um conceito desafiante que implica facilitadores formados que possam apoiar os aprendizes na aquisição de competências e capacidades globais de acordo com os seus backgrounds, necessidades e contextos específicos. O projeto Despertar para a Educação Global irá procurar reforçar as competências desses facilitadores.

Beneficiários:

Membros das organizações da sociedade civil na Alemanha, Roménia e Portugal que desenvolvem atividades de educação global ou estão interessados em organizar atividades de educação global.
 

Objetivos:

 
Gerais:
  • Contribuir para uma melhoria na qualidade da educação global na educação não formal através do reforço de competências,
  • conhecimentos e da compreensão da teoria e prática da educação global;
  • Contribuir para um aumento do número de multiplicadores da educação global na Europa;
  • Contribuir para o envolvimento ativo dos cidadãos europeus como advocates por uma sociedade global mais justa e sustentável.

Específico: Desenvolver, testar e disseminar na Europa um curso de formação inovador sobre abordagens e ações de educação global que desafiem a dimensão social da globalização destinado a representantes da sociedade civil na Alemanha, Roménia e Portugal.

Atividades:

 
Resultado esperado 1: O curso de formação e respetivo material de apoio são desenvolvidos, implementados, avaliados e melhorados conjuntamente

A1.1: Elaborar um estudo sobre cursos de formação de educação global e educação de adultos para voluntários em cada país participante;
A1.2: Organizar um workshop sobre teorias e práticas de educação global e educação de adultos;
A1.3: Produzir e aprovar um currículo formativo;
A1.3.1: Organizar quatro reuniões de peritos; Organizar seis reuniões de planeamento;
A1.4: Implementação de cinco cursos de introdução à educação global;
A1.5: Implementação de cursos teste em cada país;
A1.6: Desenvolvimento e produção do manual de formação.

 

Resultado esperado 2: A educação global e o conceito do curso são divulgados nos países parceiros e em toda a Europa.

A2.1: Organizar o congresso “WeltWeitWissen”;
A2.2: Workshop de avaliação;
A2.3: Divulgação do material conceptual a 400 ONGD europeias.

Resultado esperado 3: O enquadramento político em prol da educação global é melhorado nos países participantes.

A3.1: Organização de mesas redondas e reuniões com membros do Parlamento, membros do governo, decisores políticos e representantes da sociedade civil em cada país;
A3.2: Evento realizado no edifício do Parlamento;
A3.3: Realização de uma conferência regional sobre temas do desenvolvimento;
A3.4: Organização de um diálogo político com atores chave nos ministérios e no parlamento.

Resultado esperado 4: Um sistema eficiente e funcional de relações públicas, administração, acompanhamento, avaliação e controlo financeiro do projeto é implementado.

A4.1: Estabelecer as regras de gestão global do projeto;
A4.2: Organizar e orientar três reuniões de coordenação e planeamento com todos os parceiros;
A4.3: Gerir o sistema de acompanhamento, controlo financeiro, administração e avaliação interna do projeto;
A4.4: Realizar uma auditoria financeira;
A4.5: Participar em duas reuniões anuais com a Comissão Europeia;
A4.6: Desenvolver e implementar uma estratégia de comunicação e visibilidade para as atividades do projeto.

 

Parceiros:

AIDGLOBAL (Portugal); DEAB (Alemanha); FINEP (Alemanha); EPiZ (Alemanha); APSD – Agenda 21 (Roménia).