Saúde para Todos: Alargamento e Consolidação

São Tomé e Príncipe – 7 distritos

Em 1988 tinha início o projeto de saúde “Mé-Zochi” no distrito com o mesmo nome. Hoje, o “Saúde para Todos” cobre todo o território santomense, através de um sistema operacional e sustentável, que garante cuidados de saúde a toda a população.

 

Beneficiários:

  • População dos sete distritos sanitários de São Tomé e Príncipe (155.000 pessoas), nomeadamente crianças, idosos, doentes crónicos e mulheres;
  • Técnicos de saúde e pessoal administrativo;
  • Responsáveis políticos do setor da saúde.

 

Objetivos:

Geral: Contribuir para a melhoria da qualidade e sustentabilidade técnica e financeira do sistema nacional de saúde são-tomense.

Específico: Garantir a qualidade na prestação universal e na gestão de um conjunto integrado de cuidados de saúde (preventivos, primários e assistenciais) nos sete distritos de São Tomé e Príncipe.

 

Atividades:

Resultado esperado 1: Reestruturação funcional e promoção da operacionalidade.

– Obras e infraestruturas;
– Equipamentos e materiais;
– Meios logísticos;
– Meios complementares de diagnóstico;
– Medicamentos e materiais médico-cirúrugicos.

Resultado esperado 2: Prestação de cuidados de saúde integrados ao nível distrital: preventivos, primários e assistenciais.

– Cuidados Preventivos de Saúde;
– Cuidados Primários de Saúde;
– Cuidados especializados;
– Prevenção e controle das doenças da pobreza;

Resultado esperado 3: Formação e capacitação dos recursos humanos.

Resultado esperado 4: Abastecimento de água potável e saneamento do meio.

Resultado esperado 5: Educação e informação para a saúde.

Parceiros:

  • Ministério da Saúde da Republica Democrática de São Tomé e Príncipe