Saúde para Todos: Cuidados Especializados e Telemedicina

São Tomé e Príncipe

A presente ação procura reforçar a capacitação dos quadros nacionais no domínio dos cuidados especializados, trabalhar conjuntamente com o governo são-tomense na definição de um plano de desenvolvimento e de melhoria dos serviços e cuidados do Hospital Ayres de Menezes (HAM), reforçar o sistema de telemedicina e melhorar a articulação e harmonização entre doadores e atores da cooperação, como os centros hospitalares e profissionais portugueses. O projeto é parte integrante do Saúde para Todos: Programa Integrado que compreende igualmente o Projeto de Cuidados Primários: autonomia e eficácia.

Beneficiários:

Cerca de 769 profissionais e técnicos de saúde são-tomenses e a totalidade da população são-tomense, cerca de 179.506 habitantes, enquanto utilizadores do Serviço Nacional de Saúde.

Objetivos:

Geral: Contribuir para a consolidação do Sistema Nacional de Saúde de São Tomé e Príncipe reforçando a prestação de cuidados especializados de saúde e potenciando o sistema da telemedicina como instrumento de apoio à efetiva melhoria dos indicadores de saúde nacionais.

Específico: Promover a melhoria e operacionalização da prestação de cuidados especializados de saúde em São Tomé e Príncipe através de uma abordagem pluridisciplinar e multissetorial.

Atividades:

Resultado esperado 1: Condições técnicas e materiais para a prestação de cuidados de saúde especializados promovidos no país.
Atividade 1: Promoção da prestação de cuidados de saúde especializados no país;
A1.1: Realização de missões de especialidades médicas de curta duração;
A1.2: Aquisição de equipamentos, consumíveis e reagentes adequados à prestação de cuidados de saúde especializados;
A1.3: Promoção de melhorias pontuais dos serviços nucleares do HAM.

Resultado esperado 2: Condições técnicas e materiais para a assistência e acompanhamento de doentes à distância reforçadas.
A2: Consolidação do sistema da telemedicina;
A2.1: Reforço da coordenação e planeamento das atividades de assistência médica e acompanhamento através da telemedicina;
A2.2: Integração da telemedicina na RIS;
A2.3: Reforço do acompanhamento de doentes de evacuação sanitária através do recurso à telemedicina.

Resultado 3: Eficiência e eficácia do processo de evacuação sanitária melhorados.  
A3. Promoção de uma maior e melhor coordenação e concertação do processo de evacuação sanitária São Tomé e Príncipe – Portugal;
A3.1. Consolidação da rede de médicos e instituições hospitalares portuguesas como pontos de referência às evacuações sanitárias nas diferentes especialidades médicas;
A3.2. Promoção do reforço dos canais de diálogo entre todos os intervenientes do processo.

Resultado esperado 4: Plano de desenvolvimento e melhoria dos cuidados e serviços do HAM promovido.
A4. Elaboração de um plano operacional à melhoria dos cuidados e serviços prestados pelo HAM;
A4.1. Reflexão conjunta de estratégias sustentáveis e integradas para a consolidação da prestação de cuidados especializados de saúde no HAM.

Resultado esperado 5: Quadros do Serviço Nacional de Saúde de São Tomé e Príncipe capacitados.
A5. Formação e capacitação de profissionais e técnicos de saúde são-tomenses;
A5.1. Formação on the job e em sessões clínicas;
A5.2. Aconselhamento e orientação técnica à distância;
A5.3. Realização de estágios de formação de curta duração em Portugal.

Parceiros:

Ministério da Saúde e Assuntos Sociais de São Tomé e Príncipe

Vídeos:

Explore a playlist no YouTube do projeto