A equipa médica da especialidade de Ortopedia deslocou-se a São Tomé e Príncipe entre 27 de abril e 5 de maio de 2018 e exerceu atividade clínica no Hospital Dr. Ayres de Menezes, em São Tomé e Príncipe, no quadro do projeto Saúde para Todos – Rumo à Sustentabilidade.

A missão foi coordenada pela médica ortopedista, Dra. Glória Magalhães, do Hospital de Vila Franca de Xira e contou com mais 3 profissionais de saúde portugueses: o médico ortopedista Dr. Pedro Jordão, do Hospital D. Estefânia, o médico anestesista Dr. João Marinho e a Enf.ª Teresa Lourenço, ambos do Hospital de Vila Franca de Xira, que inclusivamente doou material ortopédico para esta missão.

Durante uma semana, a equipa de profissionais de saúde realizou consultas, intervenções cirúrgicas a doentes adultos e crianças e ministrou formações em contexto de trabalho, bem como uma formação a 10 motoristas sobre abordagem ao politraumatizado no pré-hospitalar, que incidiu especialmente na imobilização do (poli)traumatizado e no transporte do doente.

“O tratamento das complicações de fraturas é por si só um desafio, que exige um estudo e um planeamento da correção\reconstrução ponderado; em São Tomé este desafio é exacerbado pela escassez dos recursos materiais”, refere a Dr.ª Glória Magalhães.

Sobre o contributo desta experiência para a sua formação médica, a Dr.ª Glória Magalhães afirma. “Enriquece-nos principalmente como pessoas. E um bom médico (ou enfermeiro) tem de ser primeiro rico como pessoa, para depois ser um bom médico. Portanto, esta experiência contribui em muito para que me torne uma melhor pessoa, e consequentemente um melhor médico, seja em São Tomé, seja em Portugal”.

Sobre o Saúde para Todos, a médica ortopedista refere. “Este programa parece-nos essencial para a melhoria da qualidade da saúde da população de São Tomé.” E acrescenta. “Os profissionais de saúde de Portugal que se deslocam a São Tomé têm como principal objetivo a formação dos profissionais são-tomenses, para que estes possam continuar o trabalho, mesmo após o regresso das equipas”.

A equipa de médicos voluntários portugueses da especialidade de Ortopedia já realizou 44 missões ao arquipélago são-tomense desde 2009.

As missões das especialidades médicas que anualmente se deslocam a São Tomé e Príncipe enquadram-se no projeto Saúde para Todos – Rumo à Sustentabilidade implementado pela Associação Marquês de Valle Flôr (AMVF) em parceria com o Instituto Marquês de Valle Flôr (IMVF) e com o Ministério da Saúde de São Tomé e Príncipe e cofinanciado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua I.P. e pela Direção Geral da Saúde de Portugal.