Decorreu entre 11 e 19 de junho de 2018 a formação em imunohematologia transfusional no âmbito do PIMI II – Programa Integrado para a Redução da Mortalidade Materna e Infantil, na Guiné-Bissau.

A formação teve lugar nas regiões sanitárias de Gabu, Tombali e Quinara e teve como público-alvo 10 técnicos de laboratório das regiões sanitárias de Bolama, Bubaque, Gabu, Tombali e Quinara.

Esta formação permitiu reforçar um conjunto de conhecimentos básicos, estratégias e metodologias, que melhorem o seu desempenho na correta gestão e manutenção dos bancos de sangue fornecidos pelo IMVF no âmbito do PIMI II.

O PIMI II tem como objetivos contribuir para a redução das mortalidades materna, neonatal e infantojuvenil na Guiné-Bissau e, em particular, para o alcance das metas traçadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e assegurar um melhor acesso a cuidados de saúde de qualidade a mulheres grávidas e puérperas (até 45 dias após o parto) e crianças até aos 5 anos na Guiné-Bissau.

O programa beneficia diretamente cerca de 200 mil crianças menores de 5 anos, cerca de 300 mil mulheres em idade fértil e 70 mil mulheres grávidas, e 950 profissionais de saúde afetos às 133 unidades de saúde do país (entre Hospitais e Centros de Saúde.

A componente a cargo do IMVF neste projeto é financiada pela União Europeia e conta com o apoio do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua I.P.