Os produtores, beneficiários do projeto “Territórios Sustentáveis para a Paz em Caquetá”, em conjunto com os estudantes da Universidade da Amazónia participaram na Escola de Campo Agrícola “Produzir reflorestando”.

Um workshop prático e teórico, no qual se falou sobre a regeneração do solo e a diversificação da produção. Um intercâmbio de experiências entre os produtores, beneficiários do projeto, e os estudantes da Universidade da Amazónia.

Esta iniciativa foi dinamizada por Francesca Orlandi, engenheira agrónoma tropical especialista em cacau e sistemas agroflorestais e responsável pela componente produtiva do projeto, e contou com a presença do perito brasileiro Pedro López, engenheiro florestal, da Universidade de Brasília e do Movimento de Agroflorestores de Inclusão Sintrópica (MAIS).