O Manual Prático de Formação de Paraveterinários – Criação de Pequenos Ruminantes na Guiné-Bissau, da autoria do médico veterinário Hélder Quintas, do Eng.º zootécnico Ramiro Valentim e do Eng.º agrónomo Carlos Aguiar, docentes da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Bragança, no quadro do projeto “Nô Fia Na Crias – Sistema Integrado Cooperativo e Comunitário de Produção Avícola, Caprina e Derivados para a Região de Cacheu”, na Guiné-Bissau. 

Este manual está ligado mais especificamente à criação de cabras, permitindo um acesso continuado aos conteúdos das formações desenvolvidas no âmbito do projeto, e chegando a mais caprinocultores interessados em melhorar a sua produção, com o objetivo de tornar a produção caprina paulatinamente um negócio gerador de rendimento para as famílias e para o desenvolvimento socioeconómico do país.

O manual começa com a caracterização do papel do paraveterinário, seguindo para a saúde animal dos caprinos e ovinos, caracterizando as principais doenças e os respetivos tratamentos, a reprodução e o melhoramento animal, o maneio alimentar e, por fim, as instalações e os registos.

Entre julho de 2015 e outubro de 2018, o projeto “Nô Fia Na Crias” foi implementado pelo IMVF, pela Cooperativa Agrícola de Jovens Quadros de Canchungo (COAJOQ) e pela Acção para o Desenvolvimento (AD), e cofinanciado pela União Europeia e pelo Camões, I.P. e contribuiu para a segurança alimentar e nutricional ao encontro da soberania alimentar na região de Cacheu, através do estabelecimento de uma fileira de produção avícola e caprina sustentável.

O projeto visou, por um lado, o desenvolvimento da fileira avícola, tendo para o efeito promovido a constituição da empresa Piu Piu Awara, em ligação à cooperativa COAJOQ, focada na produção de carne de frango e ovos; por outro lado, o apoio à melhoria da produção avícola comunitária, abrangendo mais de 180 mulheres e as suas famílias, através da introdução de galinhas melhoradas, da formação em maneio avícola, do maneio sanitário e da alimentação com aproveitamento de subprodutos locais.

Em segundo lugar, o projeto visa o apoio à produção de carne de cabra através da mobilização de 15 criadores-vulgarizadores e a melhor cobertura de cuidados de saúde animal na região de Cacheu através de uma rede de paraveterinários – Técnicos Auxiliares de Sanidade Animal Primária.

Esta publicação insere-se neste segundo âmbito: apoiar o desenvolvimento da fileira de animais de ciclo curto, em particular de caprinos, procurando sistematizar as formações teórico-práticas dirigidas a 21 paraveterinários e a mais de uma centena de criadores. As formações realizadas/dinamizadas/ministradas ao longo do projeto e a própria estruturação deste manual foram inspiradas no “A manual for the primary animal health care worker” da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), publicado pela primeira vez em 1994.