No âmbito do projeto Territórios Sustentáveis para a Paz em Caquetá, foi concluída, no passado mês de janeiro, a primeira fase da construção de um troço viário que permitirá o acesso à localidade de Puente Albania, em Caquetá. Esta ação surge no quadro da parceria estabelecida entre o IMVF, a Red Adelco, parceiro local, e a Mota Engil que, no quadro da sua política de responsabilidade social, doou materiais de construção para a reabilitação de estradas no contexto do projeto.

Sendo que a maioria das comunidades produtoras da região de Caquetá se encontra em zonas de difícil acesso, o escoamento dos produtos agrícolas revela-se muitas vezes complicado, dificultando a consolidação da aposta na agricultura. Assim, a realização de trabalhos de melhoria infraestrutural de acessos viários surge como uma componente fundamental do projeto, complementar à vertente produtiva.

Foi neste contexto concluída, entre novembro de 2018 e janeiro de 2019, a primeira fase de reabilitação de um troço (1,2 km) de uma via de acesso à comunidade de Puente Albania, onde se produz maioritariamente açúcar de cana. Até então, o estado degradado do caminho dificultava o transporte, tornando-o penoso e demorado, e tendo um efeito negativo na qualidade das mercadorias e, consequentemente, na sua venda.  

Foram construídos 7 canais de escoamento de água que melhoram o acesso à estrada durante a época das chuvas. A conclusão desta primeira fase torna agora possível a compactação e alcatroamento da estrada. Durante os trabalhos foi essencial o apoio prestado pelo Batalhão de Engenheiros do Exército Nacional Colombiano, parceiro do projeto, que disponibilizou os trabalhadores e a maquinaria necessários. Destaca-se ainda o papel da comunidade local, que hospedou e acolheu calorosamente, durante dois meses, a engenheira responsável pelos trabalhos. Como explica Liliana Patrícia Ramirez, habitante de Puente Albania e produtora de açúcar-de-cana, “Enquanto comunidade, apercebemo-nos de que estão a fazer muito por nós e também temos que contribuir com o nosso grãozinho de areia”. Os habitantes de Puente Albania mostraram ainda com entusiasmo a vontade de se comprometerem com a gestão e manutenção do troço reabilitado.

A melhoria deste troço, realizada com o apoio da Mota Engil, tem um impacto imediato na vida dos agricultores, permitindo-lhes escoar mais facilmente a sua produção e, assim, fortalecer o importante papel económico e social da sua atividade.

O projeto Territórios Sustentáveis para a Paz em Caquetá procura contribuir para o processo de Paz na Colômbia ao melhorar as condições socioeconómicas da população local, nomeadamente através do fomento de produções agrícolas geradoras de rendimento (cacau, cana-de-açúcar, café, entre outras). Destaca-se ainda o apoio a atividades agroindustriais, o fortalecimento de organizações locais com base social e produtiva, assim como a construção e reabilitação de infraestruturas rodoviárias produtivas e sociais.