Go Local: Por uma Cidade Sustentável

Portugal, Espanha e Bulgária 

Atualmente deparamo-nos com uma sociedade global interdependente, onde as fronteiras do global e do local se esbatem diariamente no quotidiano das comunidades. Economia, ambiente, educação, integração, inclusão e mobilidade não são apenas temas da sociedade, são realidades diárias às quais não podemos virar costas. Realidades que devem ser abordadas do local ao global, pois este é o único caminho capaz de assegurar um futuro sustentável para todas e todos.

Saiba mais sobre este projeto em www.cidadesglocais.org

 

Beneficiários:

Diretos: 225 funcionários públicos e decisores políticos de 15 autoridades locais portuguesas, 20 andaluzas e 10 búlgaras, num total de 702 autoridades locais informadas

Indiretos: 180 stakeholders da sociedade civil local – escolas, universidades, organizações, setor privado, instituições públicas, cidadãos e opinião pública europeia, através dos media locais e nacionais e comunidades web 2.0.

 

Objetivos:

Geral: Promoção de políticas de desenvolvimento coerentes ao nível local e global (“glocal”) e a mobilização e participação ativas na prossecução dos ODM e na redução da pobreza.

Específico: Promover as autoridades locais enquanto atores-chave de um desenvolvimento sustentável e de uma cooperação descentralizada para o desenvolvimento.

 

Atividades:

Resultado esperado 1: Campanha “Cidades Glocais” promovida conjuntamente por 225 oficiais e decisores políticos das autoridades locais e da sociedade civil local, enquanto ferramenta de advocacia de um desenvolvimento glocal mais coerente dinamizada e implementada.

Advocacia global e visibilidade:

  • Produção de materiais e ferramentas;
  • Documentos chave;
  • Materiais de campanha;
  • Campanha de advocacia glocal;
  • Campanhas de visibilidade local, nacional e transnacional;
  • Eventos de campanha local e de visibilidade e mobilização ao longo dos 36 meses;
  • Evento anual de progresso local e participação na conferência internacional.

Resultado esperado 2: Decisores políticos, técnicos das autoridades locais informados, mobilizados, capacitados e comprometidos para a ação em prol do desenvolvimento glocal.

Formação e monitorização:

  • Monitorização da implementação dos objetivos;
  • Formação da equipa de parceiros e produção do programa de formação dos cinco objetivos para uma cidade coerente e glocal;
  • Encontros dos pontos focais das autoridades locais e dos grupos de direção locais;
  • Racionalização do processo local – implementação do plano de ação;
  • Formação e mobilização;
  • Encontros inaugurais;
  • Formação das autoridades locais – como colocar os cinco objetivos para uma cidade coerente e glocal.

 

Resultado esperado 3: Parcerias locais, europeias e globais com vista à promoção do desenvolvimento sustentável e cooperação descentralizada, enquanto meios de atingir os ODM e reduzir a pobreza fortalecidas.

Redes de contactos e construção de parcerias:

  • Eventos nacionais e conferências internacionais;
  • Partilha de boas práticas;
  • Rede de contactos e construção de parcerias.

 

Parceiros:

Fondo Andaluz de Municipios para la Solidaridad Internacional (FAMSI); IDEAS (Iniciativas de Economía Alternativa y Solidaria); National Association of Municipalities in the Republic of Bulgaria

 

Vídeos

Explore a playlist no YouTube do projeto