Saúde para Todos: Cuidados Primários, Autonomia e Eficácia

São Tomé e Príncipe

Baseando-se no princípio de que o desenvolvimento de capacidades conduzirá a uma crescente autonomização e a uma real apropriação do processo de desenvolvimento, o presente projeto procura o reforço da formação e capacitação dos profissionais de saúde são-tomenses em áreas ainda fragilizadas, a concessão de pacotes de recursos humanos, materiais e financeiros para apoio aos centros de saúde descentralizados, o estímulo à captação de financiamento complementar e inovador e o alcance, até 2015, dos ODM relacionados com a saúde, em São Tomé e Príncipe. O presente projeto é parte integrante do Saúde para Todos: Programa Integrado que compreende igualmente o Projeto de Cuidados Especializados e Telemedicina.

 

Beneficiários:

Cerca de 769 profissionais e técnicos de saúde são-tomenses e a totalidade da população são-tomense, cerca de 179.506 habitantes, enquanto utilizadores do Serviço Nacional de Saúde.

 

Objetivos:

Geral: Contribuir para a consolidação do Sistema Nacional de Saúde de São Tomé e Príncipe reforçando a prestação de cuidados de saúde e o efetivo alcance dos ODM relacionados com a saúde.

Específico: Garantir a prestação de cuidados de saúde preventivos e primários nos sete distritos de São Tomé e Príncipe, potenciando uma eficiente gestão dos recursos financeiros, humanos e materiais.  

 
Atividades:

Resultado esperado 1: Condições técnicas e materiais para a prestação de cuidados de saúde preventivos e primários ao nível distrital garantidas.
Atividade 1.1: Aquisição de equipamentos, medicamentos e consumíveis adequados à prestação de cuidados de saúde preventivos e primários ao nível distrital;
A1.2: Prestação de cuidados de saúde integrados ao nível distrital.

Resultado esperado 2: Formação e capacitação de profissionais de saúde reforçada.
A2.1: Formação e capacitação de profissionais e técnicos de saúde.

Resultado esperado 3: Capacidade de gestão sanitária a nível nacional e distrital garantidas.
A3.1: Consultoria técnica para a constituição de uma estratégia de financiamento e gestão da saúde;
A3.2: Assessoria técnica à introdução da estratégia;
A3.3: Formação e capacitação em planeamento e gestão.

Resultado esperado 4: Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio relacionados com a saúde promovido.
A4.1: Produção de suporte de informação e sensibilização com divulgação a nível nacional;
A4.2: Realização de campanhas descentralizadas de educação e sensibilização para a saúde.

 

Parceiros:

Ministério da Saúde e Assuntos Sociais de São Tomé e Príncipe