O desafio foi lançado pelo projeto Geração ODS e Patrícia Alves, 20 anos, natural de Torres Novas, correspondeu de forma entusiástica.

Após ter participado no “Laboratório ODS”, uma formação residencial promovida pelo projeto, que decorreu em maio de 2019, dirigida a jovens agentes de transformação social desafiados a promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a Agenda 2030, com uma ação que envolvesse um ODS em concreto.

Patrícia Alves desenvolveu o seu projeto em torno do ODS 14 – Proteger a Vida Marinha e criou a iniciativa “Tudo o que vem à rede é Plástico”, que designou como “um projeto social que pretende limpar as margens e o leito do rio Almonda em Torres Novas”. Para além da vertente prática de limpeza, o projeto comporta também uma vertente pedagógica, dado que o lixo recolhido em cada ação de limpeza é exposto num cubo de metal com o intuito de mostrar aos cidadãos o lixo recolhido no rio.

No passado domingo, dia 26 de janeiro decorreu a 4.ª e última limpeza do rio. As anteriores decorreram em outubro, novembro e dezembro. De forma empenhada, Patrícia Alves contou com o apoio da Câmara Municipal de Torres Novas, da Reserva Natural do Paul do Boquilobo, os Escuteiros de Torres Novas e dos Riachos, do Pedro Triguinho, de grandes amigos, voluntários e cidadãos conscientes.

Hoje estamos a tentar salvar o rio de Torres Novas. Depois das cheias e da tempestade ELSA, o lixo veio parar a estas zonas e muito ficou preso nas árvores. A última ação de limpeza do meu projeto “Tudo o que vem à rede é plástico” com o ODS 14 é exatamente limpar o rio. E não podíamos acabar da melhor forma do que na pior zona [do rio]. Vamos tentar melhorar um pouco com a ajuda de todos.”

Patrícia acrescenta. “Pensei em voltar à minha terra, voltar à cidade onde nasci e limpar o nosso rio que está bastante poluído. Tentámos tirar o lixo das margens e aquele que está à superfície da água para que não seja engolido por peixes e para que mesmo os pássaros que habitam as margens não morram por engolirem algum resíduo. As 4 ações de limpeza correram muito bem, mas foram curtas, tendo em conta aquilo que realmente é preciso fazer, mas foi uma ajuda bastante boa. Acredito que com todas as equipas e com todos os projetos que estão a ser feitos nesta zona e, acredito que em muitas outras também, no futuro podemos realmente mudar e ter um rio muito mais limpo e que o objetivo seja completamente cumprido.”

O projeto Geração ODS foca-se na importância da sensibilização sobre os ODS e a Agenda 2030. A mobilização em torno dos ODS é fundamental para garantir a transformação social, económica e ambiental e assume igualmente o seu papel no reforço da solidariedade entre povos e na promoção de uma Cidadania Global ativa e plena. Cidadãos mais conscientes dos processos de interdependência global estão mais despertos para a necessidade de agirem em prol de um processo de Desenvolvimento digno, inclusivo e sustentável.

Este projeto é promovido pela Par – Respostas Socais, pelo IMVF e pela A Reserva, com o financiamento do Camões, I.P.

Saiba mais aqui.

 

Spread the love