Falar de uma alimentação e cozinha saudáveis não é apenas falar de um regime alimentar equilibrado. É falar de um estilo de vida ético e sustentável.

O Dia Europeu da Alimentação e da Cozinha Saudáveis celebra-se a 8 de novembro nos Estados-membros da União Europeia. Mas temos razões para celebrar?

2022 encontra-nos ainda sobre os efeitos sociais e económicos de uma situação pandémica global; com uma guerra na Europa e vários conflitos internacionais, e com uma situação climática extrema…tudo fatores que têm um impacto na segurança alimentar mundial.

Milhões de pessoas em todo o mundo não têm hoje acesso a uma dieta saudável, e o problema da alimentação não é um problema de produção de alimentos; mas sim de acesso a alimentos. Uma situação também global. Face a crises globais, mais do que nunca, são necessárias soluções globais. Visando uma melhor produção, uma melhor nutrição, um melhor ambiente, e uma vida melhor. Juntos podemos transformar os sistemas agroalimentares e implementar soluções sustentáveis e holísticas que asseguram um processo de desenvolvimento a longo prazo, o crescimento económico inclusivo, e uma maior resiliência. (FAO, 2022)

A nível mundial, mais de 80% das pessoas que vivem numa situação de pobreza extrema, situam-se em zonas rurais e muitos dependem da agricultura e dos recursos naturais para a sua subsistência. São estes os mais duramente atingidos por catástrofes naturais e de derivadas da ação humana, sendo frequentemente marginalizados devido ao género, origem étnica, ou estatuto. Mas a falta de acesso a uma alimentação saudável, nutritiva e equilibrada não conhece fronteiras, e muitas vezes está demasiado próxima das nossas realidades.

A fome é o maior problema solucionável do mundo, e por isso temos de trazer para a mesa políticas coerentes, práticas e inovações sustentáveis que permitam adaptar os sistemas alimentares.

Mais do que nunca devemos apostar numa alimentação mais saudável, mais local e mais nutritiva. Vamos estabelecer uma relação com a alimentação baseada no conhecimento, na promoção dos direitos humanos e de práticas ambientais sustentáveis que são os ingredientes para um menu sustentável e ético.

Os guias de consumo que apresentamos no âmbito do projeto Our Food. Our Future permitem um maior conhecimento sobre práticas de consumo locais, identificando as vantagens de se consumir localmente; oferecem dicas consoante as suas necessidades e esclarecem sobre as vantagens da certificação de comércio justo.

Guia do Consumidor – comprar localmente

Guia do Consumidor – Alimentos Orgânicos e Comércio Justo

Explora estes dois guias, faz as tuas cábulas, constrói o teu guia de consumo justo, e partilha connosco a tua experiência. Envia-nos os teus comentários e as tuas fotos (usa as redes sociais identificando @imvfongd e usa o nosso hashtag #OurFoodOurFuture e taga o @ourfood.ourfuture no Instagram.

Em breve iremos lançar mais 3 guias! Fica atento/a.

 

Porque as nossas ações são o nosso futuro, contamos contigo para a promoção de um sistema alimentar justo e ético. Só assim podemos continuar a celebrar.
Spread the love