ERGUES – Ensino e Reforma da Governação Educativa em São Tomé e Príncipe é o novo projeto na área da Educação a desenvolver nos próximos 3 anos em STP.

O acordo tripartido de cooperação para a sua implementação foi assinado, na manhã no dia 8 de fevereiro, no Salão Nobre da Embaixada de Portugal em São Tomé e Príncipe, pela Senhora Ministra da Educação, Cultura e Ciências, Isabel Abreu, pela Senhora Embaixadora de Portugal em São Tomé e Príncipe, Cristina Moniz, e pelos membros da Direção da Associação Marquês de Valle Flôr (AMVF), Paulo Freitas e Carolina Quina.

Financiado pela Cooperação Portuguesa, através do Camões, I.P., e cofinanciado por fundos próprios dos parceiros envolvidos na sua implementação – AMVF (entidade coordenadora da ação), Universidade de Aveiro, Universidade de Évora, Universidade Católica Portuguesa e Instituto Politécnico de Santarém -, este projeto será implementado em estreita parceria com o Ministério da Educação, Cultura e Ciências de São Tomé e Príncipe e com a Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP).

O ERGUES, a implementar entre 1 de janeiro de 2024 e 31 de dezembro de 2026, tem como objetivo geral contribuir para a melhoria da qualidade, equidade e inclusão no sistema educativo de São Tomé e Príncipe, e estrutura-se em 4 eixos: ensino técnico-profissional de dupla certificação; materiais didáticos digitais para o ensino básico e secundário; formação de professores e investigação em educação e reforço da capacidade institucional do Ministério da Educação de São Tomé e Príncipe.

Para a sua implementação, a AMVF conta com a comprovada experiência e qualidade da Equipa de Coordenação Local para a Educação em São Tomé – José Carlos Aragão, Leonor Santos e Madalena Cardoso, reforçada neste projeto por Esmael Fernandes, igualmente reconhecido pela sua valiosa experiência no setor.

 

Spread the love