Cerca de 30 horticultores biológicos da região de Monte Café, apoiados pelo Projeto de Apoio às Fileiras Agrícolas de Exportação (PAFAE) de São Tomé e Príncipe, foram capacitados em matéria de qualidade e segurança alimentar.

A ação de formação, ministrada por Cristino Fonseca, técnico do PAFAE, decorreu na sede da Cooperativa de Exportação de Café Biológico (CECAFEB) e abordou os conceitos-chave de qualidade e segurança alimentar, o quadro legal nacional que abrange estas questões, as fontes de contaminação e a caracterização de agentes contaminantes, as regras básicas para manuseamento dos alimentos, as etapas que estruturam um plano de higienização e a identificação dos riscos e das medidas preventivas relativamente à segurança e qualidade alimentar ao longo de todo o circuito desde a produção à comercialização, com exemplo práticos aplicados às feiras agrícolas biológicas.

No seguimento desta formação e com a aproximação do período de renovação das certificações do Sistema Participativo de Garantia (SPG), o assistente de coordenação do PAFAE, Ailton Mandinga, juntamente com o técnico de horticultura, Geraldo Cravid, e um dos técnicos de associativismo do projeto, Adalberto Dias, fizeram uma breve apresentação dirigida em particular aos novos e potenciais membros da Associação de Horticultores de Saudade sobre o processo de SPG – uma certificação a nível nacional que garante ao consumidor que o produto é biológico. O SPG é um sistema de organização social dos agricultores com o objetivo de garantir o cumprimento das normas de produção biológica. Este sistema promove a realização de visitas entre os agricultores para aprendizagem mútua e criação de um comité de verificação com elementos externos (sociedade civil e Ministério da Agricultura) para validação do cumprimento das normas de produção biológica.

Estas ações fazem parte do reforço da capacidade de governança das associações de produtores que o PAFAE tem levado a cabo desde 2021 e visa dotar as associações de ferramentas para liderar o processo produtivo de forma mais eficiente e democrático, almejando a segurança alimentar e nutricional das populações rurais.

Projeto de Apoio às Fileiras Agrícolas de Exportação (PAFAE) de São Tomé e Príncipe é financiado pela União Europeia, cofinanciado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e implementado pelo IMVF em parceria com o Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pesca de São Tomé e Príncipe.

 

Spread the love