São 3 os mais recentes projetos nos quais o IMVF é parceiro e que integram a área de Autarquias e Poder Local.

O poder local e, mais especificamente, as autarquias são entidades chave para a concretização da Agenda 2030, muito pelo facto de serem a administração mais próxima dos cidadãos.

O projeto Acciona ODS – Ações para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável através da participação de atores locais: uma abordagem territorial decorre entre setembro de 2019 e agosto de 2022, nas zonas transfronteiriças entre Portugal (Alentejo e Algarve) e Espanha (Extremadura e Andaluzia) e tem como principal objetivo melhorar a capacidade das comunidades para alcançar as metas dos ODS 11 (Cidades e Comunidades Sustentáveis), 12 (produção e consumo sustentáveis) e 13 (ação climática), através de ações coordenadas levadas a cabo pelas autoridades locais e organizações da sociedade civil.

Este projeto é implementado pela Agência Andaluza de Cooperação Internacional de Cooperação para o Desenvolvimento (AACID), Agência Extremenha de Cooperação para o Desenvolvimento (AEXCID), Fundo Andaluz de Municípios para a Solidariedade Internacional (FAMSI), Fundo Extremenho Local de Cooperação para o Desenvolvimento FELCODE) e Associação In Loco e é financiado pelo programa de cooperação para a promoção da maior fronteira da União Europeia: INTERREG V Espanha-Portugal (POCTEP).

O projeto Rumo a 2030 – Campanha para a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e da Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global tem principal promover políticas glocais para o desenvolvimento sustentável e inclusivo e assegurar a mobilização e o envolvimento ativo dos cidadãos em prol dos ODS.

Este projeto é financiado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e é implementado pelo IMVF em parceria com a Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento (RICD) e a Câmara Municipal de Oeiras

Da teoria à prática

Municípios em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) consiste num conjunto de 6 intercâmbios, com a duração de 2 dias cada, entre a Galiza e Portugal, que terão lugar entre outubro e dezembro de 2019.

Esta é uma iniciativa do Fundo Galego de Cooperação e Solidariedade, que tem como objetivos promover o envolvimento do governo local Galego no alcance dos ODS; fortalecer 6 municípios galegos na implementação de políticas públicas locais em linha com os ODS; e aumentar a relação de cooperação entre os municípios galegos e portugueses.

Esta atividade contará com a participação de municípios portugueses – Matosinhos, Maia, Faro, Cascais, Loures, Palmela, Seixal e Amadora, membros da Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento (RICD) – que partilharão a sua experiência de integração dos ODS nos seus municípios com os seus homólogos galegos.